QUERIDO DIÁRIO | Valeska pós Estocolmo

 Huddinge 
Olá Vikings!
Hoje tô de volta pra contar sobre meu fim de semana em Estocolmo. Na verdade eu cheguei no domingo a noite e fui embora na terça-feira de tarde. Durante minha estadia fiquei hospedada em Huddinge em Estocolmo, mas os passeios foram no centro de Estocolmo.

Dia 29 de Outubro de 2017
Do avião pude ver muitas luzes, pois já estava escuro e me senti muito feliz de estar finalmente em terras suecas. Minha primeira impressão ao chegar em Estocolmo foi "Uau, o inverno já chegou aqui". Estava cerca de 1ºC quando cheguei, e eu parecia ser a única a me incomodar com o frio, todas as outras pessoas pareceram estar confortáveis com o clima de inverno.

Como sei que muitas pessoas se interessam em saber sobre valores do transporte público, comida e acomodação, vou resumir aqui o preço de algumas coisas.

Eu cheguei pelo aeroporto de Skavsta e peguei um ônibus que vai direto do aeroporto pra T-Centralen na cidade de Estocolmo. Esse ônibus se chama Flygbussarna e a passagem custou 159 coroas suecas que corresponde a cerca de 16 euros. Meu namorado me deu um cartão transporte chamado Acess que pode ser utilizado em ônibus, metro, tram, trem e botes/barcos. Pelo que entendi do recibo ele pagou 20 coroas pelo cartão e 200 coroas por 6 passes. Total de 220 coroas que correspondem a cerca de 22 euros.

No domingo a noite quando cheguei fomos direto pra casa do meu namorado, pois já eram mais de 19h e ambos queriam jantar. Pela primeira vez experimentei carne de alce e amei. Muito saborosa.

Carne de alce 
Meu namorado arrasa na cozinha e preparou essa delícia pra gente. Bife de carne de alce com batatas hasselback, parsnips e molho de rábano. 

Pra você que tá curioso sobre a textura dessa carne, de acordo com meu namorado, este não é o melhor pedaço do alce, por isso não é tão macio. Ainda segundo meu namorado, a carne de alce é cara e não é tão fácil de encontrar os melhores pedaços, principalmente em Estocolmo, pois os caçadores costumam ficar com as melhores partes do animal.

Eu não achei a carne dura. Realmente não é super macia, mas é muito saborosa. Meu namorado considera esta carne muito parecida com a carne de vaca. Eu concordo que a textura lembre a de carne de vaca, mas em questão de sabor, a carne de alce é bem mais saborosa.

Mapa
Dia 30 de outubro de 2017
Na segunda-feira de manhã meu namorado foi trabalhar e eu fui bater perna. Andei tanto que no outro dia quem disse que eu aguentava calçar os sapatos. Aprendi uma lição muito valiosa; não dá pra ver tudo em um dia e se você só tiver esse dia para visitar a cidade, faça algumas paradas para descansar.

Esse foi o mapa que eu utilizei para andar na maior parte do centro da cidade. Depois de algumas horas andando eu já estava familiarizada com a área. Para quem não sabe a Suécia tem mais de cerca de 200 mil ilhas e eu pude conhecer algumas durante minha curta viagem a Estocolmo. 

Minha primeira parada foi no Parlamento sueco. Um edifício enorme que fica localizado em uma pequena ilha. Por causa das pontes que conectam estas ilhas a cidade, fica difícil de notá-las, mas olhando o mapa você vai entender.

Cruzando o parlamento você vai chegar ao Palácio Real, onde pode assistir a troca da guarda (cheque os horários aqui) e mais pra frente Old town que é a área mais antiga de Estocolmo, com muita história e arquitetura. Em Old town tomei chá e comi Kanelbulle por 60 coroas (6 euros).
Parlamento sueco
De lá fui para Kastellholmen, uma outra ilha que você também consegue ver no mapa. Quando meu namorado era adolescente (15-16 anos), ele trabalhou junto com outros jovens na construção do navio Briggen Tre Kronor, e eu fui conhecer esse navio que fica no final de Kastellhomen.
Briggen Tre Kronor
O caminho até chegar ao final de Kastellholmen é a coisa mais linda que eu já vi. Você definitivamente tem que conhecer este lugar. Além de lindo é super romântico. Eu fui a pé do parlamento até Kastellholmen, mas tem um bus que passa por perto da entrada, caso vocês não gostem de caminhar.
Vasa Museet 
Se você gosta de ir a museus deve visitar o Vasa Museet. Esse museu conta a história de um navio que foi construído em Estocolmo e naufragou no mesmo dia de sua estréia no mar. Depois de muitos anos o navio foi encontrado e reconstruído no interior do museu Vasa. É definitivamente incrível ver o navio original pessoalmente. Crianças e jovens até 18 anos não pagam a entrada. Para adultos o valor é de 130 coroas (13 euros).

Restaurante Sjatte Tunnan
Como ninguém sobrevive sem comida, fizemos uma parada num restaurante viking chamado Sjatte Tunnan. A comida é deliciosa e o menu traz receitas típicas da época viking. Se você quiser conhecer o menu clique aqui. Eu definitivamente não achei esse restaurante caro, e se você passar por Estocolmo tem que fazer uma parada neste lugar. Quer ver o vídeo que eu gravei dentro do restaurante que é todo decorado em estilo viking? Então clique aqui

Tentei ir no Skyview conforme havia dito no post anterior, mas infelizmente estava fechado para reforma. Vai ficar para a próxima vez.

Dia 31 de outubro de 2017
Terça-feira foi dia de dizer até logo para Estocolmo e see you soon pra pessoa que eu mais amo nesse mundo. O sentimento que eu carrego no peito depois dessa viagem, é o de que eu definitivamente quero e preciso voltar. Estocolmo ganhou meu coração, por sua beleza e diversidade. O frio não impede os suecos de serem felizes na Suécia, e também não irá me impedir. Eu tenho diversas razões pra voltar e com certeza vocês irão ler muito mais sobre minhas aventuras e descobertas na Suécia.

Ainda falando sobre preços; meu voo de volta para a Bélgica saía do aeroporto de Arlanda e como fui almoçar em Kista, peguei o ônibus Flygbussarna de Kista para Arlanda. O valor da passagem foi de 119 coroas (cerca de 12 euros).

Se você gostou deste post e quer ver mais, me acompanha no instagram @vikingbrasileira. No insta você terá acesso a todas as fotos da minha viagem e muito mais. Você também pode ter acesso a mais novidades e fotos na minha página no facebook Viking Brasileira.

Tá indo pra europa? Então não esquece de adicionar Estocolmo na sua lista.
PS: I love STOCKHOLM.
Por Valeska Monteiro 
Twitter
E-mail: vikingbrasileira@gmail.com

Comentários